Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Hillary abraçou Bush. A internet não gostou

  • 333

A atual candidata à Casa Branca partilhou um momento bem-disposto com o antigo presidente republicano. O Twitter reagiu em peso

"É provável que esta seja a melhor fotografia do funeral de Nancy Reagan", escreveu o editor de política da CNN, David Chalian, no seu Twitter. A legenda acompanhava uma imagem rara: Hillary Clinton risonha enquanto abraçava George W. Bush, antigo presidente republicano dos Estados Unidos.

Como seria de esperar, a internet teve desde logo coisas a dizer sobre o assunto - e nem todas foram boas. Muitos se questionaram sobre as ligações de Hillary e Bush, particularmente no que toca ao apoio dado pela candidata presidencial à guerra do Iraque:

Outros relembraram que na altura foram muitos os democratas que votaram a favor do envolvimento dos Estados Unidos no conflito na sequência das "mentiras de Bush", mas houve quem respondesse que alguns democratas, como o agora rival de Clinton Bernie Sanders, não "caíram nisso":

Este internauta defende que a pior parte dos democratas (Hillary incluída) votou a favor da intervenção e que a melhor parte votou contra:

E claro, os já habituais memes também fizeram a sua parte na revolta que se instalou no Twitter:

A imprensa internacional ficou dividida. Se o website Gawker classifica a fotografia como "infeliz", o colunista do "Guardian" Jonathan Jones defende esta terça-feira que "o facto de uma fotografia de dois políticos de áreas opostas mostrarem afeição poder ser visto como um sinal da conspiração das elites diz muito sobre os perigos que rodeiam a democracia americana".

"A sério. É uma fotografia de dois seres humanos a serem humanos. Não se odeiam. Por que é que haviam de se odiar? A antipatia faria deles pessoas melhores? Seria Clinton mais admirável se criticasse Bush ou ainda melhor, se se recusasse a comparecer no funeral de uma primeira dama republicana?", questiona o jornalista.

A verdade é que o abraço de Bush e Clinton pode ter sido carinhoso, mas à política o que é da política: como o "New York post" relata, esta segunda-feira Hillary usou o exemplo da liderança de Bush para criticar o Partido Republicano. "Quem se entusiasma com a retórica demagógica dos republicanos tem de se lembrar de que eles são George W. Bush com esteróides", disse Hillary, acrescentando ainda sobre os planos económicos dos candidatos republicanos: "Os planos de todos eles arrastar-nos-iam de volta para a confusão de que o Presidente Obama nos conseguiu salvar".