Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Afinal, Lula vai tornar-se ministro no governo de Dilma Rousseff

  • 333

NELSON ALMEIDA/GETTY

Notícia é avançada esta terça-feira pela BBC. “Folha de São Paulo” cita fontes do Partido dos Trabalhadores e a “Globo” diz que há “90% ou mais chances” de Lula vir a ser ministro no atual governo, o que lhe garante mais proteção legal face aos crimes de corrupção de que é acusado pela procuradoria. Fontes do PT dizem que Dilma está “aliviada”

O ex-Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, terá aceitado um convite de Dilma Rousseff para se tornar ministro do governo da atual Presidente, com membros do Partido dos Trabalhadores (PT), no poder, a dizerem que a sua nomeação irá reforçar a administração atualmente em estado de sítio.

A notícia é avançada pela BBC, que cita genericamente media locais brasileiros. Segundo o "Folha de São Paulo", são os próprios membros do PT, chamados 'petistas', que garantem que Lula aceitou o cargo que lhe foi oferecido por Dilma, que terá ficado "aliviada" quando ele aceitou a proposta. A "Globo" diz que "há 90% ou mais de chances de Lula se tornar ministro de Dilma Rousseff". Na quinta-feira, o mesmo jornal avançava que o fundador do PT tinha recusado juntar-se ao Governo, alegando que “não podia fugir da polícia”.

Ao assumir o cargo, Lula passa a ter proteção legal reforçada, numa altura em que a procuradoria de São Paulo continua a pedir a sua prisão preventiva pelo alegado envolvimento do ex-Presidente brasileiro no caso de corrupção Lava Jato. Na semana passada, Lula tinha recusado esta manobra política de Dilma, dizendo que "não pode fugir da polícia".

Os 'petistas' que falaram com o "Folha" pedindo para não serem citados dizem que Lula e Dilma se vão reunir esta tarde em Brasília para discutir a proposta. Para já ainda não houve reações oficiais à notícia.