Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Jornalistas detidos após questionarem primeiro-ministro malaio

  • 333

O caso está a abalar relações diplomáticas entre a Austrália e a Malásia. Dois jornalistas têm os passaportes retidos e podem ter de responder em tribunal

É um episódio no mínimo insólito. Um repórter australiano e um operador de câmera foram detidos na Malásia quando tentavam entrevistar o primeiro-ministro malaio. O incidente ocorreu no sábado.

Linton Besser e Louie Eroglu estavam a gravar um episódio do programa “ABC's Four Corners”, quando se aproximaram do primeiro-ministro Najib Razak para questioná-lo sobre as acusações de corrupção de que é alvo.

Foram logo detidos pela polícia. Depois de serem interrogados, acabaram por ser libertados sem acusação. No entanto, ambos estão impedidos de deixar o país, tendo os seus passaportes apreendidos, refere a BBC.

Entretanto, foi aberto um inquérito sobre o caso, podendo ainda os dois jornalistas serem constituídos arguidos.

O caso está a abalar as relações diplomáticas entre a Austrália e a Malásia. A ministra dos Negócios Estrangeiros australiana, Julie Bishop, lamentou que tenha sido colocada em causa a liberdade de imprensa, garantindo estar a acompanhar de perto a situação.

“Estou sempre preocupada quando existe repressão e desrespeito pela liberdade de expressão, sobretudo nas democracias”, declarou Julie Bishop.

Por seu turno, o vice-primeiro-ministro malaio, Ahmad Zahid Hamidi, garantiu que não foi desrespeitada a liberdade de imprensa, alegando que os dois jornalistas australianos não atenderam aos avisos da polícia, nem agiram de acordo com a “ética jornalística”.

Em comunicado, a polícia local afirmou que os dois profissionais estrangeiros ultrapassaram a linha de segurança e abordaram “com agressividade” o governante.