Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Loja pede desculpa por expulsar mãe de uma bebé que fazia birra

  • 333

Loja em causa abriu investigação depois de o incidente que fez Lindsay Robinson sentir-se uma “má mãe” ter invadido os media e as redes sociais

Este sábado, uma bebé de apenas 16 meses tornou-se famosa por fazer uma birra. Parece mentira, mas foi mesmo assim que aconteceu: tudo porque a criança se encontrava na altura dentro de uma loja John Lewis, no centro comercial de Trafford Centre, em Manchester, e a sua mãe foi convidada a sair da loja para a acalmar.

"Se uma loja vê que uma mãe está a tentar acalmar uma criança birrenta, devia desvalorizar a situação. Fizeram-me sentir que era uma má mãe", relata Lindsay Robinson, uma britânica de 36 anos, ao "Manchester Evening News". Tudo porque a bebé Heidi, de 16 meses, estava a chorar enquanto a mãe fazia compras: "O funcionário disse-me: temo que tenhamos queixas de outros clientes, tem de sair. Fiquei chocada", conta Lindsay.

A mãe de Heidi acrescenta que o episódio foi "muito embaraçoso": "Toda a gente estava a olhar para mim. É uma pena, porque sou uma cliente fiel", explica, garantindo que não planeia "voltar à loja".

Na sequência do episódio, Lindsay deixou uma queixa formal à loja, explicando que "não está interessada em receber qualquer voucher ou dinheiro". A notícia espalhou-se pelos meios de comunicação social ingleses e pelas redes sociais.

Pedido de desculpas não foi suficiente

Perante o eco que a notícia provocou, a John Lewis já se apressou a pedir desculpa pelo sucedido e a abrir uma investigação para apurar o que se passou. Em comunicado citado pela BBC, a loja afirma: "Lamentamos muito que Mrs Robinson tenha ficado perturbada depois de visitar a nossa loja e já lhe enviámos flores. Um dos nossos gerentes falou com ela no sábado e explicou que isto não devia ter acontecido".

Na nota, a loja esclarece que o funcionário que falou a Lindsay das queixas de outros clientes "não a levou para fora da loja, mas pediu-lhe que saísse". "Estamos a falar com ele sobre o que aconteceu e a dizer-lhe que podia ter sido mais simpático para com Mrs Robinson e a sua filha", acrescenta.

No entanto, ao "Manchester Evening News" Lindsay mostra-se indignada com o pedido de desculpas: "Lembro-me de que ele me perguntou se me importava de sair da loja de uma forma muito rude, e depois levou-nos lá para fora. Para ser honesta, estou chocada por eles estarem agora a mudar a sua versão da história".