Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Mineiros podem ter sido massacrados na Venezuela

  • 333

O desaparecimento de 28 homens pode estar relacionado com a descoberta de jazidas de ouro, numa zona do leste da Venezuela onde são frequentes os confrontos armados na disputa pelo controlo da exploração mineira

O Ministério Público venezuelano deu instruções para que seja investigado o possível massacre de 28 mineiros que estão desaparecidos desde sexta-feira em Tumeremo, no Estado de Bolívar, no leste do país.

O desaparecimento ocorreu horas depois da descoberta de jazidas de ouro na mina de Atenas e teme-se que os mineiros tenham sido assassinados por um grupo criminoso liderado por um indivíduo conhecido como El Topo (A Toupeira). O governador Francisco Rangel Gómez desmentiu a matança, o que levou os familiares dos desaparecidos a manifestarem-se, bloqueando uma das principais vias da cidade.

“Até ao momento as autoridades não encontraram cadáveres nos locais onde os familiares asseguram que estarão enterrados, nem se encontrou qualquer indício de que tenha ocorrido uma matança no interior de Atenas”, afirmou o governador.

A exploração mineira atrai para a região indivíduos de outras zonas da Venezuela e de outros países sul-americanos, nomeadamente do Brasil, e são frequentes os confrontos armados pelo controlo da exploração, mas até aqui não havia indícios de massacres.