Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tusk na Turquia para pedir a Erdogan que receba “migrantes irregulares” de volta

  • 333

ARIS MESSINIS/Getty Images

Presidente do Conselho Europeu está esta sexta-feira em Ancara para se encontrar com o líder do país, enquanto François Hollande e Angela Merkel discutem crise humanitária em Paris. Segunda-feira há cimeira UE-Turquia para tentar encontrar respostas para a crise humanitária

O líder do Conselho Europeu encontra-se esta sexta-feira com o Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, para discutirem formas conjuntas de fazerem face à crise dos refugiados na Europa, a pior no continente desde a II Guerra Mundial.

A ideia de Donald Tusk, avança a BBC, é discutir a possibilidade de "mandar para trás" migrantes que cheguem às ilhas gregas vindos da Turquia, numa altura em que a Grécia se vê a braços com uma enchente de pessoas que não têm como avançar caminho, após a Áustria, Macedónia e outros países dos Balcãs terem decidido limitar as passagens nas suas fronteiras. Mais de 25 mil pessoas estão neste momento presas na aldeia de Idomeni, na fronteira greco-macedónia.

Na quinta-feira, Tusk disse que tal ação poderia "acabar com o modelo de negócio dos traficantes" que lucram em enviar refugiados para o mar Egeu, num discurso em que pediu a migrantes económicos que não venham para a Europa. "Para muitos na Europa, o método mais promissor parece ser a criação de um mecanismo de larga escala e rápida aplicação para enviar para trás migrantes irregulares que cheguem à Grécia", declarou.

Antes desta visita a Ancara, o presidente do Conselho Europeu esteve num périplo por capitais europeias para preparar a cimeira EU-Turquia que acontece na próxima segunda-feira. Também hoje, o Presidente francês, François Hollande, recebe a chanceler alemã, Angela Merkel, em Paris para discutir a atual crise humanitária do continente.