Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Pais franceses advertidos que podem ser processados pelos seus filhos por causa das fotos no Facebook

  • 333

GETTY

Um ano de prisão e uma multa de 45 mil euros é o que arriscam os pais que publiquem fotos dos seus filhos nas redes sociais, segundo a lei francesa

A polícia e especialistas franceses estão a aconselhar os pais a pensarem duas vezes antes de colocarem fotos dos seus filhos nas redes sociais, advertindo-os inclusivamente de que um dia mais tarde estes os poderão vir a processar por esse motivo.

“Criticamos muitas vezes os adolescentes pelo seu comportamento online, mas os pais não se portam melhor”, afirma Eric Delcroix, especialista em ética e legislação para a Internet, em declarações ao “Le Figaro”, frisando que, “dentro de alguns anos, as crianças podem facilmente levar os seus pais a tribunal pela publicação de fotos de quando eram mais novas”.

A legislação francesa de defesa da privacidade prevê penas de prisão de até um ano e multas de 45 mil euros para aqueles que publiquem e distribuam imagens de outros sem o seu consentimento, o que poderá facilmente ser aplicado aos pais que divulguem fotografias dos filhos, esclareceu Viviane Gelles, procuradora especializada no direito para a Internet.

As advertências dos especialistas surgem após a polícia francesa ter apelado aos pais para que sejam muito prudentes relativamente à publicação de imagens dos seus filhos no Facebook ou noutra redes sociais, indicando que, além de não respeitarem a privacidade das crianças, podem estar a atrair predadores sexuais.