Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Indonésia suspende alerta de tsunami após sismo de 7,9

  • 333

ANTARA FOTO/ Reuters

As autoridades não têm conhecimento de vítimas. “Estamos habituados aos sismos. Temos mais medo das réplicas”, disse uma testemunha

O governo da Indonésia suspendeu o alerta de 'tsunami' emitido esta quarta-feira na sequência do sismo de 7,9 de magnitude, no mar a sudoeste da ilha de Sumatra, informou o canal local MetroTv.

As autoridades indonésias não têm conhecimento de vítimas, embora tenham sido registado cenas de pânico em Padang, capital de Sumatra ocidental, uma das províncias afetadas pela alerta de 'tsunami'.

"Muita gente com medo. Os residentes saíram rapidamente das suas casas", declarou Doni Nopnriandi, um funcionário dos serviços de saúde de Padang, ao 'media' Detik, citado pela agência noticiosa espanhola EFE.

"Estamos habituados aos sismos. Temos mais medo das réplicas", disse Doni, explicando que, logo a seguir ao primeiro sismo, sentiu-se um outro mais intenso e prolongado.

O serviço geológico dos Estados Unidos (USGS), que regista a atividade sísmica em todo o mundo, localizou o hipocentro a 10 quilómetros de profundidade e a 808 quilómetros a sudoeste de Padang.

A região do sismo, próxima da ilha de Nias, é a mesma na qual morreram cerca de 1.300 pessoas a 28 de março de 2005, na sequência de um sismo de 8,7 de magnitude.

Uns meses antes, a 26 de dezembro de 2004, o maremoto no oceano Índico matou cerca de 230 mil pessoas, a maioria das quais em Aceh, numa dezena de países.

A Indonésia situa-se no "anel (ou círculo) de fogo do Pacífico", uma zona de grande atividade sísmica e vulcânica que regista todos os anos perto de sete mil sismos, na sua maioria moderados.