Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Homem esfaqueia 10 crianças na China e suicida-se

  • 333

O ataque ocorreu à hora do almoço, quando as crianças caminhavam junto a uma escola primária numa ilha do sul da China

Um homem esfaqueou 10 crianças e suicidou-se em seguida esta segunda-feira, na cidade de Haikou, capital da ilha de Hainan, no sul da China, segundo estão a noticiar os media estatais chineses com base nas informações fornecidas pela polícia.

Nenhuma das crianças corre risco de vida, mas duas ficaram feridas com gravidade.

Não é claro o motivo do ataque que ocorreu à hora do almoço quando as crianças se encontravam a caminhar junto da escola primária Yang Fan.

Este é mais um caso de ataques com facas ocorridos nos últimos anos junto de escolas na China, levados a cabo sobretudo por individuos com perturbações mentais. O mais grave teve lugar em 2010 quando um homem matou 8 crianças de uma escola da província de Fujian.

Em 2012, um homem perseguiu estudantes de uma escola da província de Henan, junto à entrada do estabelecimento de ensino, tendo esfaqueado 23.

Em 2014, um homem esfaqueou mortalmente três crianças de uma escola primária do centro da China, suicidando-se em seguida atirando-se de um edifício.

Devido às restrições à posse de armas de fogo, os ataques com facas e navalhas são mais frequentes na China.

Alguns destes ataques despoletaram o debate sobre a necessidade do reforço da segurança junto aos estabelecimentos de ensino. Mas as autoridades chinesas impediram a circulação de informação relativa a alguns destes ataques, tanto nos mass media como nas redes sociais, alegando os receios de que desse origem a fenómenos de imitação.