Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Pedro Sánchez pede “rotundo sim” ao acordo com Ciudadanos

  • 333

PIERRE-PHILIPPE MARCOU/GETTY

Militantes do PSOE votam este sábado o acordo com o Ciudadanos. Pedro Sánchez apela a uma resposta inequívoca dos socialistas

O secretário-geral do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Pedro Sánchez, apelou aos militantes para votarem neste sábado a favor do acordo com o partido Ciudadanos, que prometeu apoiar um eventual Governo socialista. Um dos maiores receios de Sànchez é a elevada abstenção.

“Espero um sim rotundo e claro por parte dos militantes e exorto as forças de mudança a que apoiem o acordo”, declarou o líder socialista espanhol na sede do PSOE em Pozuelo de Alarcón (Madrid), citado pelo “El Mundo”.

Sánchez evocou o orgulho socialista, defendendo que o PSOE é o “partido mais democrático” uma vez que leva os acordos à votação dos 190 mil militantes. “Na história centenária do nosso país é a primeira vez que um partido com votação de governo submete à consideração e voto dos seus militantes um acordo para um governo progressista e reformista. Creio que isso é digno de orgulho”, acrescentou.

O acordo celebrado com o Ciudadanos, sublinhou Sánchez, é “coerente com os grandes princípios socialistas de igualdade, liberdade, justiça social, paz e fraternidade”.

Até às 20h (19h em Lisboa), os militantes do PSOE poderão responder à questão: “O PSOE alcançou e propôs acordos com diferentes forças políticas para apoiar a investidura de Pedro Sánchez à Presidência do governo. Apoia estes acordos para constituir um governo progressista e reformista?”.

Ou seja, com esta pergunta o partido socialista espanhol não exclui acordos com outros partidos da esquerda, sublinha o “El País”.

No passado dia 20 de dezembro, o PP de Mariano Rajoy foi o partido mais votado nas eleições legislativas com 28,7% dos votos, seguido do PSOE com 22% dos votos. Com o líder do PP a recusar o convite do rei de Espanha para formar Governo, abriram-se as portas a novas soluções governativas.