Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Morreu Ramón Castro, o irmão discreto de Raúl e Fidel

  • 333

Claudia Daut / Reuters

Muitas vezes confundido com Fidel, o irmão mais novo do antigo Presidente sempre recusou ter tido um papel na revolução cubana. Morreu esta terça-feira em Havana, com 91 anos

Ramón Castro, o irmão mais velho dos líderes cubanos Fidel e Raúl Castro, morreu esta terça-feira em Havana, com 91 anos.

Ramón Castro Ruz era o mais discreto e também o menos conhecido dos irmãos Castro. Apesar de vários factos que provam a sua cooperação com a guerrilha cubana nos anos 50, nunca assumiu qualquer envolvimento direto com a revolução comunista que viu Fidel chegar ao poder em 1959 – regime que ainda hoje vigora sob o comando de Raúl.

As semelhanças corporais com Fidel Castro – mesma altura, mesmo peso, barbas parecidas – levaram a que Ramón fosse muitas vezes confundido com o seu irmão dois anos mais novo. O “Washington Post“ vai mais longe e apelida Ramón de ser “o Billy Carter de Cuba”, numa referência ao irmão agricultor do Presidente americano Jimmy Carter. “Uma garrafa de rum, uma mulher bonita, uma guitarra, um trator que funcione – e é um homem feliz.”

As parecenças físicas entre Ramón (à esquerda) e Raúl Castro (centro) levavam a que o irmão mais velho do clã Castro fosse muitas vezes confundido com o estadista

As parecenças físicas entre Ramón (à esquerda) e Raúl Castro (centro) levavam a que o irmão mais velho do clã Castro fosse muitas vezes confundido com o estadista

HANDOUT / REUTERS

Sem nunca se imiscuir nas questões políticas, Ramón Castro foi toda a vida agricultor, como o seu pai. Com o passar dos anos – e com a subida dos irmãos ao poder – tornou-se um dos mais influentes oficiais agrícolas em Cuba, chegando a ser assessor do ministro da Agricultura.

As causas da sua morte ainda não são conhecidas, mas a imprensa cubana adianta que o seu corpo foi cremado e as cinzas serão transportadas para a quinta da família Castro, na região de Birán.