Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Problemas no 'airbag' forçam Mazda a recolher 1,9 milhões de veículos

  • 333

Issei Kato / Reuters

Os modelos Mazda 6, Bongo e Titan fabricados entre 2006 e 2014 terão de regressar às oficinas da marca. Em causa está uma falha na segurança dos 'airbags' que se pode provar fatal

O fabricante automóvel japonês Mazda Motor anunciou esta sexta-feira a chamada a revisão de 1,9 milhões de automóveis em todo o mundo, dos quais 210 mil no Japão. Em causa está devido aos 'airbags' defeituosos produzidos pela empresa nipónica Takata.

Os seis modelos afetados foram fabricados entre 2006 e 2014. Entre eles, figuram o Mazda 6 (conhecido na Ásia como Atenza), o camião comercial Titan e o utilitário Bongo.

Os números desta nova recolha juntam-se aos milhões de automóveis já obrigados a voltar às oficinas em todo o mundo devido a uma falha técnica detetada nos 'airbags' da Takata. Este problema, aliás, levou as autoridades japonesas a impor à empresa uma multa milionária.

Além da Mazda, outros fabricantes como a Nissan, Mitsubishi, Subaru, Honda, Ford ou o Grupo Chrysler anunciaram chamadas à revisão dos seus veículos devido a este defeito. No ano passado, foi a vez da BMW e Toyota efetuarem recolhas que ultrapassaram os dois milhões de viaturas.

As falhas nos infladores (o encapsulado metálico em que se aloja o 'airbag') fazem com que o dispositivo de segurança se possa abrir com demasiada força ao ponto de projetar fragmentos. Este defeito foi relacionado com a morte de pelo menos oito pessoas nos Estados Unidos e na Malásia.