Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Em vésperas de primárias na Carolina do Sul, Trump é o favorito em todo o país

  • 333

Trump continua a liderar corrida republicana, numa altura em que Jeb Bush poderá ser forçado a abandonar a corrida à nomeação do partido

Joe Raedle

Pré-candidato republicano surge em primeiro lugar nas últimas sondagens de intenção de voto não só no próximo estado a ir a votos, este sábado, como em todo o território dos EUA, aponta a CNN. Jeb Bush poderá ser forçado a abandonar a corrida este fim-de-semana

Em ano de eleições presidenciais nos EUA, cada minuto é de ouro para os candidatos à nomeação do seu partido antes de a população ir às urnas em novembro eleger o seu próximo Presidente. Senão veja-se o que aconteceu esta semana, durante a preparação das primárias republicanas na Carolina do Sul. A meio da semana, o “New York Times” avançou que o senador Ted Cruz, que conseguiu vencer a primeira etapa das primárias republicanas no Iowa, estava num “empate virtual” com Donald Trump, o magnata que venceu no New Hampshire e que efetivamente continua a liderar a corrida do partido. Dois dias depois, esta sexta-feira, a coisa mudou de figura.

Agora, e segundo a última sondagem de intenções de voto na Carolina do Sul, onde este sábado os eleitores republicanos são chamados a escolher o seu candidato às presidenciais de novembro, Trump não só tem garantida a vitória nesse estado como parece mais bem colocado que nunca em todos os Estados Unidos. De acordo com o inquérito de opinião da CNN, o magnata de imobiliário detém 35% das intenções de voto na Carolina do Sul, com Cruz e o senador Marco Rubio a disputarem o segundo lugar — 19% das intenções para o primeiro, 16% para o segundo. A nível nacional, o multimilionário tem 34% do favoritismo, seguido de Cruz com 21% e de Rubio com 16%.

Adeus, Jeb Bush?

De acordo com a mesma sondagem, a corrida não melhorou para Jeb Bush, o irmão do ex-Presidente norte-americano, George W. Bush, que depois de duas enormes derrotas no Iowa e New Hampshire contava melhorar a sua posição na ida às urnas deste sábado.

O inquérito da CNN coloca o Bush mais velho, ex-governador da Florida, em quarto lugar na Carolina do Sul, atrás dos três candidatos no pódio, mas a julgar pelas intenções de voto a nível nacional, mesmo que consiga firmar a melhor posição que já conquistou desde o início da corrida republicana, isso poderá não ser suficiente para se manter na disputa pela nomeação. Nessa sondagem — e apesar de ter chamado o irmão para a campanha, numa derradeira tentativa de conquistar mais votos no próximo estado a escolher o seu candidato republicano — Jeb surge em sexto lugar, atrás de John Kasich e até de Ben Carson.

Por essa razão, os media norte-americanos já antevêem o fim da candidatura daquele que, em tempos, foi considerado o republicano com melhores hipóteses de garantir a nomeação republicana e disputar a presidência com o rival democrata a 8 de novembro.

Próximas etapas até à crucial Super Tuesday

Este sábado, enquanto os eleitores norte-americanos registados como republicanos na Carolina do Sul escolhem o seu candidato eleitoral, os democratas do Nevada estarão a escolher entre Hillary Clinton e Bernie Sanders no estado do Nevada. Três dias depois, na terça-feira, é a vez do caucus republicano neste último estado, seguido das primárias democratas na Carolina do Sul a 27 de fevereiro.

Do lado democrata, o resultado da corrida no Nevada é, neste momento, impossível de prever perante o empate técnico que as últimas sondagens antecipam entre Clinton e Sanders. A nível nacional, a ex-Secretária de Estado vai à frente com 44% das intenções, seguida bem de perto pelo senador do Vermont, que angaria 42% dos votos.

Estas são as últimas etapas na corrida dos dois partidos antes da chamada Super Tuesday, que este ano acontece a 1 de março, quando os candidatos se desdobram entre as 13 votações simultâneas em curso nesse dia. Os estados a ir a votos na Super Terça-feira — tida como um dos momentos mais importantes da corrida presidencial norte-americana — serão o Alabama, o Alaska, o Arkansas, o Colorado, a Georgia, Massachusetts, Minnesota, Oklahoma, Tennessee, Texas, Vermont, Virginia e Wyoming.