Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Preço do petróleo sobe antes de encontro entre Rússia e Arábia Saudita para discutir produção global

  • 333

DARRIN ZAMMIT LUPI / REUTERS

Dois maiores exportadores de petróleo reunem-se esta terça-feira no Qatar. Autoridades desse país e da Venezuela também estarão presentes no encontro, avançou fonte oficial qatari à AFP

Os ministros do Petróleo da Rússia e da Arábia Saudita — os dois maiores exportadores de petróleo do mundo — encontram-se esta terça-feira em Doha, a capital do Qatar, para discutir o excesso de oferta global de crude que tem conduzido ao declínio dos preços do petróleo, informou fonte oficial qatari. Contrariando a tendência dos últimos meses, o preço do barril de crude subiu antes desse encontro esta manhã. Segundo a mesma fonte citada pela AFP, os homólogos da Venezuela e do Qatar também vão participar nas conversações.

Apesar de a agenda das negociações estar a ser mantida em segredo, é certo que os poderosos ministros Ali al-Naimi, da Arábia Saudita, e Alexander Novak, da Rússia, precisam de alcançar um acordo para que qualquer solução global para a crise do petróleo possa ter sucesso. À chegada a Doha, Eulogio Del Pino — o ministro venezuelano que tem andado em périplo pelos países que mais petróleo produzem numa tentativa de os convencer a “congelar” a produção e a reduzir os atuais níveis “insustentáveis” — escusou-se a fazer comentários sobre a reunião desta terça-feira.

O encontro acontece numa altura em que o Irão, aproveitando o fim das sanções económicas impostas pela comunidade internacional por causa do seu programa de enriquecimento nuclear, já está a produzir 500 mil barris de crude por dia para reentrar em força no mercado saturado.