Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Comandante dos rebeldes diz que o mundo deu “luz verde” à Rússia para matar sírios

  • 333

“Os russos estão a matar no norte e no sul. Eles disseram que vieram à Síria para combater o Daesh mas a maior parte dos seus ataques tiveram como alvo a oposição síria moderada”, afirmou um comandante do Exército da Síria Livre à CNN

Falando à CNN a partir da Jordânia, após os combatentes rebeldes terem perdido o controle de Al Sheikh Maskin, cidade estratégica da província síria de Daraa, o comandante do Exército da Síria Livre, Bashar al-Zouabi, acusou a comunidade internacional de, com a sua inércia relativamente aos bombardeamentos da Rússia na Síria, estar a dar-lhes “luz verde” para matarem os sírios.

“[Com o seu silêncio], a comunidade internacional deu luz verde para matarem o povo sírio como bem entenderem”, afirmou.

“Nós só podemos culpar os chamados amigos do povo sírio, que permanecem sentados como espectadores a verem-nos a sermos mortos dia e noite. (…) Os russos estão a matar no norte e no sul. Eles disseram que vieram à síria para combater o Daesh mas a maior parte dos seus ataques tiveram como alvo a oposição moderada síria”, acrescentou o comandante responsável pela frente do sul.

Os ataques aéreos russos estão a permitir às forças do regime sírio conquistarem território no norte, mas também no sul da Síria.

O comandante diz que sem os sistema de defesa antiaérea que têm solicitado, não conseguem manter as suas posições face aos ataques da aviação russa.