Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“As moscas é que se matam com jornais e eu continuo vivo, graças a Deus”

  • 333

Deve ter sido um momento desconfortável para Onésimo Cepeda. Este domingo, o bispo emérito de Ecatepec, no México, esteve mesmo ao lado do Papa durante uma missa naquela localidade. Francisco aconselhava: "Não façam fortuna. Não se dialoga com o diabo, porque ele ganha sempre". Ao lado, o antigo bispo, mas também banqueiro, corretor de bolsa e fundador do grupo financeiro Imbursa, ouvia atentamente, reporta o “El País”

Não é um passado típico para um representante da Igreja, mas também não se pode dizer que Cepeda seja, por qualquer ponto de vista, típico. Ele próprio já falou em público da sua carreira inicial: "Se eu fui o gerente da banca privada mais jovem do México, não estava a morrer de fome, não é? Tinha forma de viver bem, e então vim para o sacerdócio, o que não implicou fazer nenhum voto de pobreza. Tenho os votos de castidade e obediência ao Papa", cita o jornal mexicano "El Informador".

Um dos cinco bispos que possuem educação universitária laica, Cepeda foi nomeado primeiro bispo de Ecatepec em 1995 pelo Papa João Paulo II. Quase 17 anos depois, em 2012, renunciou ao cargo - uma renúncia aceite em tempo recorde (44 dias) por Bento XVI.

Enquanto bispo alarmou a Igreja com declarações como "o Estado laico é uma estupidez", perante a aprovação do casamento homossexual naquele distrito federal, ou a campanha presidencial em que pediu ao próximo presidente que "roubasse poquinho", corria o ano de 2012. Mas não só de palavras se fez o polémico passado de Cepeda.

As moscas é que se matam com jornais

Em 2010, Cepeda foi acusado de fraude, embora por erro do tribunal nunca tenha sido detido, conta a CNN. Na altura, a Procuradoria-Geral da República recebeu uma denúncia sobre um empréstimo de 130 mil dólares (116 mil euros) concedido pelo bispo a Olga Azcárraga Madero, irmã do presidente do conselho de administração do grupo de media Fórmula, Rogério Azcárraga Madero. A procuradoria chegou a suspeitar de que o dinheiro tivesse origem no narcotráfico.

Nesse ano, na sua festa de aniversário, na diocese de Ecatepec, estiveram presentes o então candidato à presidência Enrique Peña Nieto, membros do Governo e o empresário e antigo parceiro de negócios Carlos Slim Domit. No ano seguinte, o então bispo enviou uma carta ao empresário Jorge Hank Rhon, indiciado por posse de armas, para prometer que lhe dedicaria "as orações" do seu clero.

Em 2012, quando decidiu renunciar ao cargo - e após ter chegado à idade de reforma mínima (75 anos) -, Cepeda explicou a decisão com... mais declarações controversas. Na conferência de imprensa em que falou dos problemas de saúde que enfrentava e dos escândalos que protagonizava regularmente nas capas dos jornais, o bispo emérito afirmou: "As moscas é que se matam com jornais e eu continuo vivo, Graças a Deus. Houve muitos que me caluniaram... Mas perdoo-os a todos", concluiu.