Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

EUA e Coreia do Sul exercitam músculos militares na península em resposta ao satélite lançado por Pyongyang

  • 333

O lançamento do foguetão de longo alcance, que transporta o que Pyongyang diz ser um satélite de observação da Terra, foi lançado às primeiras horas da madrugada deste domingo.

KYODO/Reuters

Líder norte-coreano já prometeu lançar mais satélites para o Espaço, ignorando as ameaças de mais sanções pela comunidade internacional

As forças armadas da Coreia do Sul e dos Estados Unidos terminam esta segunda-feira as manobras navais na península coreana iniciadas no sábado contra ataques submarinos, como resposta ao recente lançamento espacial da Coreia do Norte, que a comunidade internacional considera ter sido um ensaio de mísseis.

Os exercícios militares conjuntos, que decorrem em águas sul-coreanas, visam reforçar a preparação dos aliados face a um hipotético ataque com submarinos pelo regime de Kim Jong-un, segundo informa a Força Naval sul-coreana em comunicado, e surgem depois de os Estados Unidos terem ameaçado a Coreia do Norte com mais sanções por causa do lançamento do satélite.

O exercício dos músculos militares dos aliados aconteceu sob a promessa de Pyongyang de lançar mais satélites para o Espaço. A garantia foi feita pelo líder do regime num banquete para celebrar o feito dos cientistas e técnicos norte-coreanos a 7 de fevereiro. Nesse evento, Kim pediu, citado pela agência estatal KCNA, que "sejam alcançados objetivos mais ambiciosos na investigação científica usando o atual êxito como um trampolim para uma vitória maior, enviando mais satélites para o Espaço".