Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Doping leva Nestlé a terminar patrocínio com federação mundial de atletismo

  • 333

ERIC GAILLARD / REUTERS

A multinacional suíça diz não querer “má publicidade” associada aos casos de corrupção e doping que assombram a Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) e os atletas de alta competição

A gigante alimentar Nestlé terminou o seu patrocínio ao atletismo de alta competição e à Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF). A decisão foi tomada ontem, quarta-feira, e surge na sequência dos vários escândalos de corrupção e doping em torno da modalidade.

A rescisão unilateral foi decidida à luz do conceito de "publicidade negativa" associada com os escândalos. "Acreditamos que isto pode influenciar negativamente a nossa reputação e imagem e por isso vamos terminar o nosso acordo com a IAAF", diz a marca, num comunicado.

A Nestlé planeia assim rescindir o atual contrato um ano mais cedo, deixando de patrocinar a iniciativa "IAAF Kids", um programa que promove a prática do atletismo por todo o mundo e que abrange cerca de 15 milhões de jovens.

A mais alta instância do atletismo, que agora tenta resolver as polémicas do anterior mandato, condena a atitude da empresa suíça. "Não aceitamos a situação. São as crianças que irão sofrer", avisa o presidente da IAAF, Sebastian Coe.

Os escândalos começaram quando uma comissão independente da Agência Mundial Anti-Doping revelou que o antigo presidente da associação, Lamine Diack, mantinha uma rede de doping organizado, através da manipulação de testes médicos, subornos e chantagem a atletas.

Desde o início do ano, as alegações têm sido investigadas pela Agência Mundial Anti-Doping, em conjunto com várias federações nacionais. Até à data, foram banidos quatro atletas russos, que viram as suas medalhas retiradas.

Em janeiro deste ano, foi a vez da Adidas - o maior patrocinador mundial do atletismo - revogar o contrato que tinha com a IAAF, um golpe que apenas acentua a perda do apoio da Nestlé, com dois cancelamentos tão próximos.

Não há data prevista para o regresso de ambos os patrocinadores. Espera-se que as negociações retomem assim que os escândalos estejam resolvidos e a imagem pública da modalidade restaurada.