Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Primárias dos EUA. Sanders derrota Clinton no New Hampshire com avanço de 22%

  • 333

Win McNamee

Autodeclarado socialista venceu segunda etapa da corrida à nomeação democrata para as presidenciais norte-americanas, depois de ter ficado quase empatado com a ex-secretária de Estado no Iowa

Que Bernie Sanders ia ganhar as primárias desta terça-feira no New Hampshire era quase um dado adquirido, ainda que a primeira etapa da corrida à Casa Branca, no caucus do Iowa, tenha sido uma surpresa. Depois do quase empate do senador pelo Vermont com Hillary Clinton a 1 de fevereiro, Sanders firmou esta semana a sua primeira grande vitória. E foi estrondosa.

Com a quase totalidade dos votos do New Hampshire contabilizados, o autoproclamado socialista, que veio agitar as águas democratas nas presidenciais mais renhidas e inéditas das últimas décadas, venceu no pequeno estado swing com 60% dos votos, contra 38% para a ex-secretária de Estado.

Sabia-se que os Clinton nunca tiveram a vida facilitada no New Hampshire e que Sanders era o favorito. Os resultados foram apenas a confirmação de que, afinal, há uma faixa do eleitorado registado democrata que quer alterações profundas à forma de fazer política nos Estados Unidos.

Sabe-se também que ganhar ou perder no New Hampshire não reflete quem irá conseguir a nomeação no final, na convenção nacional de julho. Mas feitas as contas, a vitória de Sanders vem no mínimo apimentar uma corrida que à partida tinha um vencedor definido dentro do Partido Democrata. Hillary Clinton vai ter de se esforçar para ganhar o terreno perdido até à Super Tuesday — sobretudo considerando que, após o quase empate entre os dois candidatos no Iowa, Sanders roubou-lhe terreno a ela e começou a surgir bem colocado para surpreender os mais céticos e conseguir a nomeação do partido.