Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Japão apoia sistema antimísseis norte-americano na Coreia do Sul

  • 333

O lançamento do foguetão de longo alcance, que transporta o que Pyongyang diz ser um satélite de observação da Terra, foi lançado às primeiras horas da madrugada deste domingo.

KYODO/Reuters

Foi a primeira vez que Seul se pronunciou claramente sobre o projeto de instalar no seu território o sistema antimíssil dos Estados Unidos, planos que recebem forte oposição de Pequim.

O Japão apoia a instalação de um sistema antimíssil norte-americano na península coreana, pondo o seu peso atrás de Washington e Seul, que neste domingo anunciaram o início de conversações formais com esse objetivo.

Reagindo a esse anúncio, o ministro porta-voz do Governo japonês, Yoshihide Suga, disse que Tóquio considera "apropriadas" as negociações anunciadas pelos dois aliados horas depois de a Coreia do Norte ter lançado um 'rocket' de longo alcance que a comunidade internacional considera ter sido um teste de mísseis balísticos.

Foi a primeira vez que Seul se pronunciou claramente sobre o projeto de instalar no seu território o sistema antimíssil dos Estados UnidosTHAAD, planos que recebem forte oposição de Pequim.

Horas depois do teste norte-coreano, condenado pela comunidade internacional, um navio patrulha do regime de Pyongyang entrou na madrugada desta segunda-feira em águas da Coreia do Sul, elevando as tensões entre os dois países da península. O navio esteve 20 minutos em águas sul-coreanas até um navio militar de Seul ter feito disparos de advertência.