Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ikea deixa de se chamar Ikea na Indonésia

  • 333

JONATHAN NACKSTRAND

Decisão do Supremo Tribunal indonésio deve-se à existência de uma empresa de mobiliário local que usa o mesmo nome desde 2013. Ikea sueca só construiu a primeira loja no país em 2014

Na Indonésia, a Ikea já não se chama Ikea. A decisão do Supremo Tribunal do país, noticiada pelo "The Guardian" nesta sexta-feira, deve-se ao facto de uma empresa local estar registada com o mesmo nome.

O caso remonta a 2013, quando o empresário de mobiliário indonésio Intan Khatulistiwa Esa Abadi registou a sua empresa com o nome Ikea - uma sigla formada pelas iniciais do seu nome.

Embora a Ikea que todos conhecemos tenha registado a sua marca na Indonésia em 2010, a empresa sueca acabou por só abrir a primeira loja no país - mais precisamente na cidade de Tangerang - no final de 2014, pelo que o seu registo pôde ser eliminado. Tudo porque a lei indonésia prevê que tal aconteça a marcas que não estejam ativas para fins comerciais durante três anos consecutivos.

O processo deu entrada no tribunal central do distrito de Jacarta em meados de 2014, ainda a Ikea estava a construir a primeira loja em solo indonésio. Depois de este tribunal ter decidido a favor da empresa de Intan Khatulistiwa Esa Abadi, a Ikea sueca decidiu apelar ao Tribunal Supremo, mas voltou a não ter sucesso. No entanto, e embora a decisão tenha sido tomada pelo Supremo Tribunal indonésio em maio do ano passado, a mesma acabou por só ser publicada esta quinta-feira, esclarece o "The Guardian".

Como relata o diário britânico, a decisão não foi unânime. Fonte do tribunal argumenta que a lei não pode ser aplicada a empresas com as proporções da Ikea sueca.