Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Espanha. Líder do Cidadãos negoceia com PSOE e não só

  • 333

Pedro Sánchez e Albert Rivera estiveram reunidos

JAVIER SORIANO/ Getty Images

"El País" avança que Albert Rivera mantém negociações paralelas com Mariano Rajoy enquanto negoceia legislatura com o líder do PSOE, que o rei Felipe VI de Espanha incumbiu de tentar formar governo

Esta terça-feira, o Rei de Espanha Felipe VI pediu a Pedro Sánchez que tentasse formar um governo para resolver o impasse político instalado desde as eleições legislativas de 20 de dezembro. No dia seguinte, o líder dos socialistas espanhóis (PSOE) pediu um mês para negociar "da esquerda à direita", enquanto Mariano Rajoy dizia aos seus apoiantes que, apesar de os conservadores (PP) não terem apoios suficientes para se manterem no poder, ia "esperar pelo desenrolar dos acontecimentos".

Dois dias volvidos, esta sexta-feira, o "El País" avança que a par do encontro que Sánchez já manteve com Albert Rivera, o líder do Cidadãos está a manter negociações paralelas com Rajoy.

De acordo com o diário, o líder do movimento centrista. que ficou em quarto lugar nas eleições, exige que um governo formado por Sánchez e os seus socialistas integre Rajoy e os conservadores, para além de, como antecipado, se opor à participação do movimento de esquerda Podemos numa eventual coligação.

"Não se pode avançar sem a participação do PP", garantiu Rivera à saída da primeira reunião com Sánchez e antes de telefonar a Mariano Rajoy.

Neste momento, as negociações entre o líder do PSOE e o Cidadãos centram-se em cinco pontos fulcrais, entre eles políticas sociais e luta contra o desemprego, reforma constitucional e políticas fiscais. Aos jornalistas, Rivera sublinhou esta manhã que as discussões com Sánchez têm, para já, apenas a ver com "negociações de legislatura" e não ainda com a "investidura" de um governo de maioria socialista.