Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Um muro à volta de Bagdade para travar ataques terroristas

  • 333

© Khalid Al Mousily / Reuters

Autoridades iraquianas já começaram a construir barreira com 100 quilómetros de comprimento e três metros de altura a norte da capital

A capital iraquiana começou esta semana a ser dividida com muros de cimento a norte e noroeste, numa tentativa das autoridades do país em reduzir o número de atentados de que a cidade tem sido alvo, bem como o número de checkpoints que existem dentro de Bagdade para travar esses ataques.

De acordo com o brigadeiro general Saad Maan, porta-voz do Ministério do Interior, em declarações à Associated Press, o muro deverá ter 100 quilómetros de comprimento e três metros de altura e a sua construção já está em marcha desde o início desta semana.

Desde a invasão do Iraque pelas tropas norte-americanas em 2003, Bagdade é palco quase diário de ataques terroristas que têm como alvos, sobretudo, as forças de segurança iraquianas e a maioria xiita do país. O autoproclamado Estado Islâmico (Daesh) e grupos afiliados ao dito califado de Abu Bakr al-Baghdadi têm sido quase sempre responsabilizados por esses atentados bombistas.

Números da ONU apontam que, só em janeiro, morreram 490 civis e 1157 pessoas ficaram feridas em ataques no Iraque. Bagdade é a cidade com os números mais altos: 299 civis morreram e 785 ficaram feridos no mês passado em ataques na capital.