Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Confirmado primeiro caso de zika numa mulher grávida na Catalunha

  • 333

A paciente, entre as 13 e as 14 semanas de gestação, está bem, mas a ser acompanhada para que se controle a evolução do vírus

Está confirmado o primeiro caso de zika numa mulher grávida em Espanha. Segundo as autoridades da Catalunha, trata-se do caso de uma paciente entre as 13 e as 14 semanas de gestação, recentemente regressada da Colômbia - um dos 24 países onde o vírus é endémico.

O “El Mundo” afirma que a mulher está bem, mas a ser acompanhada e submetida aos controlos clínicos, de forma a que a evolução do vírus seja analisada.

O Departamento de Saúde refere ainda a existência de um outro caso de zika na Catalunha, igualmente uma pessoa infetada fora de Espanha, pelo que o total de pacientes no país está atualmente em oito casos.

Apesar dos apelos à calma e das várias comunicações assegurando que não existe risco para a saúde pública, os serviços de saúde catalãos continuam em alerta e receberam uma circular interna para que qualquer caso suspeito seja sinalizado. Está ainda a ser elaborado um protocolo espcífico para mulheres grávidas, acrescenta o “El País”, dado ser este um grupo considerado de maior risco pela associação do zika aos casos (sobretudo no Brasil) de microcefalia.

O zika foi declarado emergência de saúde global pela Organização Mundial de Saúde, que está empenhada em fazer avançar a investigação sobre o vírus, com vista, nomeadamente, ao desenvolvimento de uma vacina