Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Obama visita mesquita americana pela primeira vez

  • 333

KEVIN LAMARQUE / REUTERS

Com o fim do mandato a aproximar-se, Presidente dos EUA fará esta quinta-feira a primeira visita oficial a uma mesquita americana. Na agenda está a defesa da liberdade e da tolerância religiosa

A menos de um ano do fim do mandato, o líder dos Estados Unidos cumpre esta quinta-feira mais um marco na sua presidência, ao efetuar uma visita oficial a uma mesquita existente no país. Acusado pelos seus rivais de ser muçulmano – apenas pelo facto de o seu nome do meio ser Hussein –, este será o primeiro discurso de Barack Obama numa mesquita em solo americano.

Espera-se que o Presidente se encontre com vários líderes da comunidade, no intuito de "reiterar a importância dos valores de cada um – falar contra a discriminação, rejeitar a indiferença e proteger a tradição de liberdade religiosa no nosso país", lê-se num comunicado da Casa Branca.

A visita surge numa altura em que a tensão no seio da comunidade islâmica nos EUA cresce a olhos vistos, com os discursos extremistas de vários rostos do Partido Republicano como Ben Carson, Ted Cruz ou Donald Trump.

Para alguns, a visita peca por tardia. "Já devia ter acontecido há muito tempo", aponta à CNN Haroon Moghul, membro do Instituto para a Política Social e Tolerância. "Muitas comunidades muçulmanas sentem que foram tomadas como garantidas e que lhes foi prometido mais que aquilo que foi dado", diz-

O Presidente discursará na mesquita da Sociedade Islâmica de Baltimore, cidade que esteve em grande foco durante o ano passado após um surto de violência e motins, causados por protestos contra a discriminação racial no país.

Não é a primeira vez que Obama visita uma mesquita na qualidade de Presidente norte-americano. Numa luta acérrima contra a onda de terrorismo mundial, Barack já tinha visitado uma mesquita no Cairo, em 2009. Passou também por mesquitas em Jakarta, Indonésia, em 2010, e em Kuala Lumpur, capital da Malásia, em 2014.