Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

OMS quer que os filmes com fumadores sejam classificados “para adultos”

  • 333

Rui Duarte Silva

Organização Mundial de Saúde considera que a pressão da indústria tabaqueira sobre o cinema aumentou à medida que as restrições cresceram nos outros media

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que o facto de um filme apresentar pessoas a fumar seja levado em consideração para poder ser classificado como “filme para adultos”, defendendo que só assim se poderá proteger o grupo mais vulnerável, o dos adolescentes.

O relatório “Filmes Livres de Tabaco: das provas para a ação”, divulgado esta segunda-feira pela OMS, faz uma análise da evolução da situação e sugere as medidas a implementar.

“No passado, a industria tabaqueira gastou o equivalente a milhões de dólares atuais no desenvolvimento e manutenção do ato de fumar nos filmes (…). O papel dos filmes como veículos de promoção do ato de fumar tornou-se ainda mais importante à medida que outras formas de propaganda do tabaco foram sendo limitadas”.

Analisando 1800 filmes exibidos nos Estados Unidos entre 2002 e 2014, a OMS conclui que se fumava em 78% dos filmes para adultos, em 60% da fitas para maiores de 13 e em 25% das películas para todas as idades.

Após uma diminuição, em 2014 o número de filmes com fumadores, entre os recomendados para que não fossem visionados por menores de 13 anos, foi o mais alto da última década.

A Organização Mundial de Saúde considera que os acordos voluntários com a indústria tabaqueira não são suficientes, especialmente porque ao ser alvo de maiores restrições na generalidade dos media, a publicidade e promoção do tabaco tende a migrar para o cinema, o “mais poderoso canal promocional para o imaginário do tabaco disponível na economia globalizada”.

O relatório elogia as medidas tomadas pela China e pela Índia nas restrições à promoção do tabaco no cinema, recomendando que vão mais longe e aplicam o mesmo tipo de medidas em programas televisivos e outros produtos de entretenimento.