Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Líder da Tchetchénia e defensor de Putin publica vídeo com líder da oposição russo na mira de um atirador

  • 333

Oposição diz que o Kremlin está envolvido nesta “ameaça de morte”

A expressão “estar na mira” é por vezes sobreutilizada na política para justificar as constantes críticas a que um líder político está sujeito. Mas a expressão adquiriu na Rússia o seu lado mais literal: este domingo, o líder da Tchetchénia Ramzan Kadyrov publicou um vídeo em que o líder da oposição ao regime de Putin, Mikhail Kasyanov, surge através da mira telescópica de um atirador furtivo.

O vídeo foi publicado na conta de Instagram de Kadyrov (entretanto, deixou de estar disponível por violação das regras do Instagram) e surge depois de nas últimas semanas o defensor do regime russo ter chamado aos opositores de Putin “inimigos do povo”, incitando a que fossem julgados por sabotagem.

Já não é novidade para os russos que Kadyrov é dono de uma das contas de Instagram mais polémicas do país. De vídeos seus a disparar uma metralhadora a lutas com crocodilos, tenta cultivar a imagem de um herói russo que esmaga a oposição a bem ou a mal. A milícia chechena que lidera soma inúmeras acusações de tortura, assassinato e outras violações aos direitos humanos.

Várias fontes dizem que estas acusações são aprovadas pelo próprio Kremlin. A oposição critica o que considera ser uma “ameaça de morte” e vai pedir uma investigação criminal sobre o assunto.