Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Candidato presidencial peruano denunciado no Twitter por ter plagiado tese de doutoramento

  • 333

GETTY

As suspeitas sobre o candidato César Acuña, que é dono de um consórcio de universidades e surge em segundo lugar nas sondagens para as eleições peruanas, surgiram devido às dificuldades que apresentou em ler a sua intervenção durante uma conferência empresarial

A tese de doutoramento do candidato presidencial peruano, César Acuña, sobre a relação entre competência dos docentes e o rendimento académico dos seus alunos, terá sido plagiada segundo relevou a antropóloga Sandra Rodriguez no Twitter e posteriormente confirmou ao “El País” um engenheiro que reviu o documento.

As suspeitas começaram por surgir com as dificuldades que Acuña apresentou, ao ler a sua intervenção durante a Conferência Anual de Empresários no Peru, o que levou o politólogo Eduardo Dargent a comentar como teria ele conseguido escrever uma tese tão sofisticada?
O candidato atualmente surge em segundo lugar nas sondagens para as eleições peruanas de 2016. É fundador da Universidade Cesar Vallejo, de Trujilo, que integra um consórcio de universidades de que é proprietário.

A tese em causa foi defendida em 2009 na Faculdade de Educação da Universidade Complutense de Madrid.

O engenheiro agrónomo Luis Vélez indicou ao “El País” que no início do ano reviu o documento, procurando no Google os textos originais dos parágrafos copiados. “Alguns pertencem a revistas científicas, outros a publicações da Internet, inclusive a livros escritos por investigadores e docentes de Espanha. O caso é grave. Encontrei vários parágrafos e páginas praticamente transcritas”, afirmou ao jornal espanhol, explicando que no total são cerca de 10 publicações que não surgem sequer na bibliografia da tese.