Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Corrupção mundial: Dinamarca dá o exemplo, Portugal e Botswana partilham a 28ª posição

  • 333

Estudo realizado pela Transparência Internacional elege Somália e Coreia do Norte como países com a maior percepção de corrupção. Brasil teve a pior queda

A Dinamarca é, de acordo com o relatório “Índice de Percepção da Corrupção”, o país menos corrupto do mundo. O estudo publicado pela Transparência Internacional (TI) tem em conta 168 países e coloca os dinamarqueses no topo da lista pelo segundo ano consecutivo.

A Europa do Norte lidera a tabela, com Finlândia e Suécia a emergirem no segundo e terceiro lugares, respectivamente. Ainda assim, o estudo questiona a sua própria classificação, à luz do recente caso de corrupção da empresa de telecomunicações TeliaSonera – detida a 37% pelo Estado sueco – e que é acusada de subornos de milhões de dólares por negócios na Ásia Central.

Na outra ponta da lista, Somália e Coreia do Norte têm os índices de corrupção percecionada mais elevados, corrupção motivada pela violência constante e níveis de pobreza devastadores. O estudo indica ainda que cinco dos dez países mais corruptos do planeta figuram também na lista dos menos pacíficos.

Entre os países lusófonos, Portugal mantém o 28º lugar do ano transato (a par do Botswana), enquanto Angola continua a ser o país onde existe a maior perceção da corrupção no sector público. Segundo a TI, Angola é o país com a maior taxa de mortalidade infantil do mundo, um país onde 70% da população “vive com menos de dois euros por dia”.

O Brasil desce sete posições em relação ao ano passado, caindo para o 76º lugar. Os responsáveis pelo estudo adiantam que a resolução do escândalo da Petrobras, atualmente em curso, “poderá ajudar o Brasil a frear a corrupção”.

O estudo, que tem em conta fatores como a punição adequada da corrupção ou a proliferação de subornos no país, afirma ainda que, ao todo, “dois terços dos 168 países listados no índice de 2015 têm uma pontuação abaixo de 50, numa escala de 0 (considerado o mais corrupto) a 100 (considerado o menos corrupto)".

A lista, do melhor para o pior

1. Dinamarca
2. Finlândia
3. Suécia
4. Nova Zelândia
5. Holanda
6. Noruega
7. Suíça
8. Singapura
9. Canadá
10. Alemanha
10. Luxemburgo
10. Reino Unido
(…)
16. Estados Unidos da América
28. Botswana
28. Portugal
40. Cabo Verde
66. São Tomé e Príncipe
76. Brasil
112. Moçambique
123. Timor-Leste
158. Guiné-Bissau
163. Angola
167. Coreia do Norte
167. Somália