Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Coreia do Norte detém estudante americano devido a “atos hostis”

  • 333

O aluno da Universidade da Virginia encontrava-se numa visita de cinco dias ao país de Kim Jong-un, por ocasião do Ano Novo

A Coreia do Norte anunciou, esta sexta-feira, ter detido um estudante universitário norte-americano por alegada prática de “atos hostis”. Segundo as autoridades, Otto Frederick Warmbier “tentou destruir a unidade do país”.

O estudante da Universida da Vírgínia tem 21 anos e estava na Coreia do Norte a fazer turismo, por ocasião do Ano Novo, indicou Gareth Johnson, da agência de viagens chinesa Jovens Pioneiros, que organizou a visita. A detenção ocorreu a 2 de janeiro, no aeroporto de Pyongyang, a capital norte-coreana, quando o jovem se preparava para voar de volta para a China.

A embaixada dos Estados Unidos na Coreia do Sul admite estar a par da detenção, mas ainda não houve reação oficial de Washington. Johnson garante que a sua agência de viagens está em contacto com a família do estudante e com as entidades norte-americanas. “Estamos em contacto com a família de Otto, com o Departamento de Estado e com a embaixada da Suécia em Pyongyang e estamos a fazer todos os possíveis para assegurar a sua libertação”, disse à agência Reuters.

Os interesses dos Estados Unidos são representados na Coreia do Norte através da embaixada da Suécia. Nos registos da Universidade da Virginia, Otto Warmbier, de Cincinnati, Ohio, surge como um estudante de licenciatura de Comércio.