Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“El Chapo” lê Dom Quixote na prisão e tem cão como provador

  • 333

El Chapo foi recapturado a 8 de janeiro

EPA

O narcotraficante mexicano “chegou exausto e deprimido” à prisão de alta segurança de onde escapou há 6 meses, “cansado de estar a fugir”

O narcotraficante mexicano Joaquin “El Chapo” Guzman tem um cão como provador da sua comida, para evitar que seja envenenado, e os responsáveis da prisão de alta-segurança Altiplano entregaram-lhe um exemplar do livro de Miguel de Cervantes “Dom Quixote de la Mancha”.

“Chegou cansado e deprimido. Cansado de estar a fugir. Passados alguns dias demos-lhe um livro para ler, demos-lhe o 'Dom Quixote”, afirmou o comissário Eduardo Guerrero.

O comissário negou que o narcotraficante tenha sido vítima de agressões no estabelecimento prisional, frisando que “é tratado como qualquer outro detido”, e que, como uma medida que aplicam também a outros barões do narcotráfico, a sua comida é provada primeiro por um cão.

“Prova a sua comida primeiro porque nós temos de assegurar a sua integridade física em caso de alguém o querer envenenar”, disse Guerrero, em declarações à Rádio Imagen.

“El Chapo” foi recapturado a 9 de janeiro, após uma espetacular fuga da prisão, onde está agora novamente detido, através de um túnel que possuía um sistema de elevador e de ar condicionado.