Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Assassinado líder da Al-Qaeda na Síria

  • 333

Não se sabe se Lyad al-Adl terá sido morto pelas forças do regime sírio ou pelo Estado Islâmico

O líder da Frente Al-Nusra, Lyad al-Adl, foi morto esta quarta-feira de manhã, conjuntamente com um segundo membro da organização filiada da Al-Qaeda na Síria, atingido por homens armados que dispararam contra o carro onde seguia, informa o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Lyad al-Adl, emir de Ariha, cidade de Idlib, província do noroeste da Síria, é mais um alto rebelde islamita a ser eliminado, numa vaga de assassínios que têm atingido tanto a Frente al-Nusra como o seu aliado Ahrar al-Sham.

A sua morte poderá ter sido executada pelas forças do regime sírio ou pelo autodenominado Estado Islâmico (Daesh), que considera como rivais todos os grupos que não juraram aliança à sua organização, referem especialistas à agência Associated Press.

A província Idlib é contralada pela coligação Exército da Conquista, que integra a Frente al-Nusrat e o Ahrar al-Sham. Estes grupos têm acusado o Daesh de ter células adormecidas nos seus territórios.