Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Primeiro suspeito de agressões sexuais detido na Alemanha

  • 333

Reforço policial em Colónia depois dos ataques na passagem de ano

MAJA HITIJ/EPA

O argelino detido este fim de semana enfrenta acusação por agressão sexual e roubo

Um argelino de 26 anos foi o primeiro requerente de asilo a ser detido pela polícia alemã na sequência dos ataques a várias mulheres na noite de passagem do ano.

O homem que não foi identificado foi capturado pelas autoridades num refúgio na cidade de Kerpen, 30 quilómetros a sudoeste de Colónia, durante o fim de semana. É suspeito de ter assediado sexualmente uma mulher e de ter roubado o seu telemóvel.

Outras oito pessoas foram entretanto detidas e aguardam julgamento, afirmou o procurador geral Ulrich Bremer. A maioria enfrenta acusações de roubo.

De momento 21 pessoas estão a ser investigadas por participação nos ataques, e pelo menos 883 vítimas já apresentaram queixa. Destas, 497 são mulheres que terão sido agredidas sexualmente.

  • Na cidade onde não se sabe quantas mulheres foram abusadas naquela noite

    Colónia está irreconhecível desde os ataques da noite de passagem de ano: foram apresentadas 553 queixas, 54% das quais reportam “abusos sexuais”. Há refugiados entre os acusados e ainda ninguém sabe ao certo o que se passou e quantas mulheres foram atacadas. Manifestações de direita, contramanifestações, hooligans e neonazis ajustam contas, espalhando a inquietação. Com o maior carnaval da Europa à porta, a cidade tem pouco tempo para (se) convencer que a vida pode voltar ao normal. Reportagem em Colónia

  • Contra o sexismo! Contra o racismo! E chefe da polícia demitido

    Imigrantes e segurança dominam o debate na Alemanha, a propósito do ataque a dezenas de mulheres na noite de passagem de ano na estação central de Colónia, do modo como isso (não) foi noticiado, da (não) resposta das autoridades policiais e da ausência de esclarecimentos satisfatórios sobre o que se passou. Esta sexta-feira foi exonerado o chefe da polícia de Colónia