Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Penas de prisão de 5 anos para quem perturbar tripulações na Coreia do Sul

  • 333

O caso de Heather Cho causou grande indignação na Coreia do Sul

Getty

Alteração legislativa ocorreu após a filha da presidente de uma companhia de aviação ter obrigado o avião em que seguia a regressar à gare por causa de uma hospedeira que a serviu de uma forma que ele considerou desapropriada

O ministro dos transportes da Coreia do Sul anunciou que entraram esta terça-feira em vigor penas mais pesadas para quem perturbar as tripulações durante os voos.

Quem perturbar o capitão ou qualquer membro da tripulação poderá ser condenado a uma pena de até cinco anos de prisão e a uma multa de 35 mil euros (anteriormente era punido com uma multa de 4 mil euros). Quem perturbar outros passageiros poderá ser multado em 8 mil euros (o dobro que acontecia anteriormente).

A alteração legislativa ocorre após em fevereiro do ano passado,Heather Cho, filha da presidente de uma companhia aérea, ter obrigado o avião em que seguia a regressar à gare ao aeroporto de Nova Iorque JFK,para que saísse uma assistente de bordo que lhe servira nozes de uma forma que ela considerara desapropriada.

Cho foi condenada por ter colocado em causa a segurança aérea e cumpriu cinco meses de prisão.