Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Irão liberta quatro norte-americanos em troca de prisioneiros com EUA

  • 333

Jason Rezaian chefiava a redação do Washington Post em Teerão. Foi preso em julho de 2014, acusado de espionagem

EPA

O jornalista do Washington Post, Jason Rezaian, é um dos cidadãos libertados. A troca acontece na altura em que se aguarda o anúncio do levantamento das sanções nucleares contra o Irão

O Irão anunciou este sábado ter libertado quatro cidadãos com dupla nacionalidade - iranianos-americanos - como parte de uma troca de prisioneiros com os Estados Unidos. Entre as pessoas libertadas está o jornalista do Washington Post, Jason Rezaian, diz a agência Fars.

A informação foi avançada pela televisão estatal, que não identificou a identidade de nenhum dos prisioneiros libertados, ainda que os media iranianos digam que Amir Hekmati, um veterano da Marinha, e Saeed Abedini, um pastor evangélico estão incluídos no grupo. O nome do quarto prisioneiro é apenas mencionado pela agência Tasnim, que diz tratar-se de Nosratollah Khosravi.

Em relação aos Estados Unidos, a mesma agência refere que o país terá libertado sete iranianos.

Ao que tudo indica, esta troca foi preparada para coincidir com o aguardado anúncio do levantamento das sanções nucleares contra o Irão, na sequência do acordo alcançado em julho, em Viena, entre este país e as grandes potências mundiais.

Jason Rezaian, de 39 anos, chefiava a redação do Washington Post em Teerão. Foi preso em julho de 2014, acusado de espionagem em relação ao programa nuclear iraniano e de colaborar com “governos hostis”.

O Irão e os Estados Unidos cortaram relações diplomáticas em 1980. Este sábado, o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, e o seu homólogo iraniano, Mohammad Javad Zarif, estão reunidos em Viena para anunciar a aplicação do acordo.