Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Professor envolvido na tragédia da avalanche em França enfrenta acusação de homicídio

  • 333

Várias pessoas juntaram-se no resort Les Deux Alpes para prestar homenagem às vítimas

PHILIPPE DESMAZES/ Getty Images

Grupo de estudantes dirigiu-se para uma pista de esqui encerrada. Morreram dois alunos e um turista ucraniano (que não pertencia ao grupo escolar). O professor encontra-se neste momento internado

Um professor francês enfrenta uma acusação de homicídio após ter dirigido um grupo de estudantes para uma pista de esqui encerrada onde uma avalanche matou na quarta-feira dois jovens e um turista ucraniano, referiu esta quinta-feira um procurador.

O professor não pode ser detido "de momento" porque ficou ferido com gravidade no acidente de quarta-feira e permanece internado num hospital da cidade de Grenoble (centro-sul), referiu em conferência de imprensa o procurador Jean-Yves Coquillat.

Uma adolescente de 16 anos morreu no local, enquanto um rapaz de 14 anos faleceu mais tarde no hospital. O ucraniano de 57 anos que também foi morto pela avalanche não pertencia ao grupo escolar.

"A investigação deverá determinar o estado psíquico do professor e a sua capacidade para liderar um grupo", acrescentou Coquillat.

O magistrado referiu que a pista "estava encerrada e com a rede habitual e avisos de várias línguas", e que o grupo escalou por cima da rede "com total consciência" do que estavam a fazer.

A pista Bellecombes da estância de esqui Deux Alpes, a uma altitude de 2.500 metros, está classificada como uma pista negra, a escala de maior dificuldade em França, e reservada a esquiadores experimentados.

Bellecombes esteve encerrada durante toda a estação devido à falta de neve. Mas a forte queda de neve dos últimos dias embranqueceu as montanhas, levando as autoridades a emitir avisos sobre o elevado risco de avalanches nos Alpes franceses.

Em Deux-Alpes, o risco de avalanche era de nível três numa escala de cinco.

Desde o início deste ano, tinham já morrido quatro pessoas em avalanches nos Alpes Franceses: dois alpinistas lituanos, a 3 de janeiro, na Alta-Sabóia, e um esquiador espanhol e outro checo, a 5 de janeiro, em Sabóia.