Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Diretor prisional russo rouba 50 km de autoestrada

  • 333

Mais de 7 mil placas de betão do pavimento foram “desmanteladas e levadas” ao longo de mais de um ano

O vice-diretor dos serviços prisionais da Federação Russa, Alexander Protopopov, foi detido na quarta-feira e acusado do roubo 50 quilómetros de autoestrada na região república de Komi, a nordeste da Rússia.

Mais de 7 mil placas de betão reforçadas da auto-estrada foram “desmanteladas e levadas” ao longo de mais de um ano, entre 2014 e 2015, e posteriormente vendidas por uma empresa.

Protopopov é acusado de apropriação de propriedade estatal fazendo uso do seu cargo, o que lhe poderá valer uma condenação a 10 anos de prisão.

Os investigadores estimam que o roubo terá lesado o Estado em mais de seis milhões de rublos (cerca de 72 mil euros).

Protopopov foi responsável pelos serviços prisionais de Komi de 2010 até 2015 e foi distinguido com uma medalha pela criação de “unidade espiritual”.

A construção de estradas é um dos setores mais corruptos na Rússia.