Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Advogado diz que Sean Penn mentiu no artigo sobre “El Chapo”

  • 333

TOMAS BRAVO/REUTERS

O recém-recapturado narcotraficante mexicano é um homem inteligente e nunca faria declarações tão incriminatórias como aquelas que foram publicadas na revista “Rolling Stone”, afirma um dos seus advogados

O ator norte americano Sean Penn mentiu quando escreveu que Joaquin “El Chapo” Guzman lhe disse que era o maior narcotraficante do mundo, afirmou Juan Pablo Badillo, um dos advogados que está a representar o recém recapturado lorde da droga mexicano, numa entrevista concedida na quarta-feira à agência Reuters.

O artigo em causa foi publicado na “Rolling Stone” no sábado, um dia depois de “El Chapo” ter sido recapturado. Seis meses antes, o narcotraficante efetuara uma espetacular fuga de uma prisão de alta segurança.

Sean Penn encontrou-se secretamente com “El Chapo” no meio da floresta, durante o período em que este se encontrou em fuga e esse contacto terá contribuído para que as autoridades o tenham conseguido encontrar.

O narcotraficante falou sobre os carregamentos de droga e das lavagens de dinheiro através de grandes empresas mexicanas e estrangeiras.

“É uma mentira, uma especulação absurda do sr. Penn”, afirmou agora Badillo, considerando que o ator norte americano deveria ser chamado para testemunhar.

“De certa forma, sim, complica (a sua defesa). O sr. Penn deveria ser chamado a testemunhar para responder sobre a estupidez que disse”, afirmou.

O advogado disse que, tendo em conta os anos de trabalho com “El Chapo”, tem a certeza que ele não faria declarações tão autoincriminatórias: “Ele não poderia ter feito essas declarações... O sr. Guzman é um homem muito sério e inteligente”. “Onde está a prova? Onde está o áudio?”, questionou.

No artigo da “Rolling Stone”, “El Chapo” era citado dizendo: “Eu forneço mais heroína, metaanfetaminas, cocaína e marijuana que qualquer outra pessoa no mundo. Eu tenho uma frota de submarinos, aviões, camiões e barcos”.