Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

A “quase obsessão” de “El Chapo” que levou à sua captura

  • 333

Twitter/Noticias MVS

A detenção do barão da droga de Sinaloa foi facilitada pela relação próxima entre o traficante e a mexicana Kate del Castillo. Os serviços de inteligência do Governo do México terão seguido o rasto da atriz, o que ajudou a localizar “El Chapo”. Kate foi ainda a intermediária do encontro entre o ator Sean Penn e o narcotraficante

Joaquín “El Chapo” Guzmán tinha uma paixão. Depois da captura do narcotraficante mais procurado do mundo, fontes oficiais revelam que o mexicano era fã da atriz de telenovelas Kate del Castillo, protagonista de “A Rainha do Sul”. De acordo com o “El País”, a curiosidade do barão da droga em conhecer Kate, que encarna a personagem da narcotraficante Teresa Mendoza, levou-o a quebrar algumas normas mínimas de segurança, que culminaram na sua detenção.

A troca de mensagens entre o líder do cartel de Sinaloa e a atriz, publicadas pelo jornal “Milenio”, tiveram lugar antes e depois de “El Chapo”, Kate e o ator Sean Penn terem combinado um encontro secreto no meio da floresta mexicana, durante o período em que o barão da droga estava em fuga.

O mesmo encontro, mediado pela atriz, resultou num artigo publicado por Sean Penn na revista “Rolling Stone” a 9 de janeiro, um dia depois do anúncio da captura do traficante.

Sabe-se que esse contacto terá contribuído para a recaptura de “El Chapo”, que há sete meses escapou de uma prisão de alta segurança no México. As autoridades tinham conhecimento do encontro, que aconteceu em outubro, sendo que tal fez parte da investigação que levou à recaptura.

Outras informações mostram agora que Kate del Castillo será o ponto fulcral para deslindar o caso. Foi por causa da atriz que o narcotraficante mais procurado no mundo, que conseguiu escapar duas vezes da prisão, quebrou regras de segurança, facto que levou à sua recaptura.

A 8 de janeiro, uma sexta-feira, as autoridades mexicanas levaram a cabo uma operação que resultou na detenção de “El Chapo”. Na casa em que o narcotraficante se escondia foram encontrados DVD da novela “A Rainha do Sul”- na qual a atriz é personagem principal.

“Devo confessar que me sinto protegida”

Esta terça-feira, o jornal “Milenio” divulgou a conversa mantida por telemóvel, de setembro a novembro do ano passado, entre a atriz e o traficante. Fontes do Governo confirmaram à agência AFP a autenticidade das mensagens de texto.

Nas mensagens intercetadas pela polícia mexicana, “El Chapo” promete “cuidar” da atriz mais do que de si próprio, enquanto Kate mostra-se “ansiosa” para um encontro “olhos nos olhos”.

“És muito bonita, minha amiga, em todos os aspetos”, elogia “El Chapo”.

Por sua vez, a atriz admite: “Devo confessar que me sinto protegida pela primeira vez. Vais conhecer a minha história quando tivermos tempo para falar, mas por alguma razão sinto-me segura e sei que sabes quem eu sou. Não como atriz ou figura pública, mas como mulher, como pessoa”.

Depois do encontro em outubro - entre “El Chapo”, Kate e o ator norte-americano Sean Penn - a atriz escreveu: “Não tenho dormido muito desde que te vi. Estou muito entusiasmada sobre a nossa história”.

“Estou mais interessado em ti do que na história”, respondeu o narcotraficante.

Apesar da confirmação da veracidade das mensagens, uma publicação da atriz esta quarta-feira na rede social Twitter contradiz o seu teor.

Esta terça-feira, as autoridades revelaram ainda que o desejo “quase obsessivo” de “El Chapo” em ver novamente a atriz Kate del Castillo contribuíram para a sua recaptura.

Segundo o “El País” e a imprensa mexicana, a relação próxima dos dois teve início em 2012, quando a atriz publicou no Twitter que confiava mais no traficante do que no Governo. Uma frase que levou Joaquín Guzmán a enviar flores diretamente da prisão de segurança máxima El Altiplano. A partir daí sucederam-se as conversas através de mensagens.