Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Avalanche nos Alpes apanha dez crianças. Há pelo menos três mortos e três feridos

  • 333

Há registo ainda de cinco desaparecidos entre um grupo de estudantes de Lyon que se encontrava na estância de Deux-Alpes

Uma avalanche atingiu esta quarta-feira um grupo de dez crianças e o seu professor na estância de Deux Alpes, nos Alpes franceses.

Pelo menos dois jovens franceses, de 14 e 16 anos, e um cidadão ucraniano morreram, enquanto outras três pessoas ficaram feridas com gravidade - dois jovens e o professor. Cinco outros estudantes são dados como desaparecidos, o que leva as autoridades a temer que o número de vítimas possa aumentar.

Algumas das vítimas foram encontradas com paragem cardio-respiratória, tendo sido transportadas para o hospital de Grenoble.

As operações de busca vão prosseguir durante a noite, segundo as últimas informações avançadas pelas autoridades.

De acordo com a polícia, a avalanche ocorreu por volta das 15h50 locais (14h50 em Lisboa) quando o grupo se encontrava numa pista preta de esqui (nível avançado) a praticar a modalidade.

Os jovens eram estudantes da escola Saint-Exupéry, em Lyon, refere o jornal “Le Figaro.”

Vários meios de emergência foram mobilizados para o local: 60 socorristas, três cães e três helicópteros, de acordo com a mesma fonte.

Os fortes nevões que se fazem sentir na região desde o início do mês levaram as autoridades a pedir precaução aos esquiadores.

O primeiro-ministro francês já expressou o seu pesar pelas vítimas da avalanche. “Grande tristeza após a avalanche desta tarde em Deux Alpes. Todos os nossos pensamentos estão com as vítimas mortais e aqueles que lutam pela vida”, escreveu Manuel Valls no Twitter.

Quatro pessoas já morreram nestes primeiros dias do ano, vítimas de avalanches na região: dois alpinistas lituanos, a 3 de janeiro, em Alta-Sabóia, e um espanhol e outro checo, a 5 de janeiro, em Sabóia.

(Notícia atualizada às 20h56)