Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Forte explosão em Istambul faz 10 mortos e 15 feridos

  • 333

OSMAN ORSAL/REUTERS

Autoridades turcas isolaram uma praça no centro histórico da cidade, nas proximidades da Mesquita Azul e da Catedral de Santa Sofia, depois de se ter ouvido uma violenta explosão cuja origem é, por enquanto, desconhecida. Televisão oficial fala em ataque suicida

Uma violenta explosão ouvida esta manhã em Istambul, na zona histórica de Sultanahmet, nas proximidades da Mesquita Azul e da basílica de Santa Sofia, levou a polícia turca a vedar o acesso a uma das praças no local, por temer novos rebentamentos. Dezenas de agentes de segurança e de ambulâncias estão no local.

Testemunhas citadas pela agência Reuters falam em pedaços de corpos despedaçados. O primeiro balanço oficial, emitido pelo gabinete do governador da cidade aponta para 10 mortos e 15 feridos, mas teme-se que o total possa subir.

O centro de Istambul é habitualmente muito frequentado por turistas. Não há, por enquanto, qualquer explicação para a origem da explosão, ouvida às 10h18 locais (8h18 em Lisboa) e descrita como “muito forte”. Ainda que a televisão do país, a TRT tenha avançado como causa um ataque suicida, as autoridades não fizeram qualquer declaração.

A Turquia sofreu dois grandes atentados em 2015. Em julho, mais de 30 pessoas foram mortas num ataque suicida reivindicado pelo autodenominado Estado islâmico (Daesh) na cidade de Suruc, perto da fronteira com a Síria. Meses mais tarde, em outubro, outros dois atentados suicidas junto à estação ferroviária de Ancara fizeram mais de 100 mortos. Os ataques foram realizados por uma célula local do autodenominado Estado Islâmico (Daesh).

[Notícia atualizada às 9h45, com primeiro balanço de mortos e feridos]