Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Coreia do Norte oculta teste falhado de míssil

  • 333

KCNA

Especialistas norte-americanos analisam vídeo de lançamento de um míssil balístico norte-coreano e garantem que explodiu pouco depois de ter sido disparado a partir de um submarino. Porém, não foi nada disso que se viu na TV

O vídeo de um míssil balístico a ser disparado a partir de um submarino, divulgado pela Coreia do Norte dois dias depois de ter anunciado mais um teste nuclear, é falso, informa uma organização não-governamental norte-americana que combate as armas de destruição em massa.

Segundo o Centro James Martin de Estudos de Não Proliferação (CNS na sigla inglesa), as imagens foram manipuladas de forma rudimentar e o míssil que pretendia demonstrar a capacidade de Pyongyang para disparar uma eventual ogiva nuclear a partir de um submarino incendiou-se e explodiu no lançamento.

“O projétil disparado começou a ganhar altitude mas depois explodiu”, disse Melissa Hanham, investigadora do CNS. “A Coreia do Norte editou intensamente estas imagens com o objetivo de encobrir este facto”, acrescentou a mesma fonte.

Segundo o CNS, dois frames do vídeo divulgado na sexta-feira passada pela televisão estatal norte-coreana, mostram o míssil envolto em chamas e a desfazer-se em estilhaços.

“Eles usaram imagens captadas de diversos ângulos e editaram-nas para dar a ideia de vários lançamentos, mas vistas em sequência percebemos que se trata de um único teste” acrescenta Melissa Hanham.

Na quarta-feira, a Coreia do Norte anunciou a realização do seu quarto teste nuclear desde 2006 durante o qual terá detonado, primeira vez, uma bomba de hidrogénio No entento, um porta-voz da Casa Branca disse que “a análise inicial realizada não é coerente” com um ensaio de uma bomba desse tipo.

O anúncio de Pyongyang agudizou a tensão regional e desencadeou a condenação de grande parte da comunidade internacional, estando o Conselho de Segurança da ONU a debater eventuais novas sanções contra o regime norte-coreano.