Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Catalunha já não vai a eleições. Separatistas chegam a acordo

  • 333

FOTO ALBERTO ESTEVEZ/EPA

Um dia antes do prazo limite, os separatistas da lista Junts pel Sí e da CUP conseguiram alcançar um acordo para eleger o novo presidente da Catalunha. Este passa pela demissão de Artur Mas, que será substituído pelo presidente da Câmara de Girona. “Vou dar um passo para o lado”, disse Mas. “É uma decisão muito dolorosa, mas estou tranquilo”

Rodeado de gritos de “independência”, de pessoas que o aguardavam na praça de Sant Jaume, em Barcelona, Artur Mas abandona o Palau de la Generalitat. Minutos antes tinha estado numa conferência de imprensa em que anunciava que as listas Junts pel Sí e CUP tinham conseguido alcançar um acordo e assim evitar eleições antecipadas.

Na véspera do final do prazo para eleger o novo presidente da Catalunha, Artur Mas anunciou que vai retirar a sua candidatura como líder da Generalitat, abrindo assim espaço ao presidente da Câmara de Girona Carles Puigdemont.

“Vou dar um passo para o lado. É uma decisão muito dolorosa, mas estou tranquilo”, anunciou este sábado em conferência de imprensa.

Também este sábado, antes de Mas falar publicamente, a AFP anunciava o acordo que evita assim eleições antecipadas na Catalunha. “Junts pel Sí e CUP chegaram a um acordo para formar um Governo.”

“Neste momento decisivo conseguimos encontrar uma solução. Estávamos prontos para convocar eleições segunda-feira, mas era o pior dos cenários”, declarou Artur Mas.

O acordo de este sábado é uma vitória para os independentistas na Catalunha, que após terem vencido as eleições autonómicas de 27 de setembro de 2015, não conseguiam chegar a um acordo para empossar Artur Mas como presidente da Generalitat, por oposição da CUP.

E há uma semana as possibilidades de chegar a um consenso pareciam estar perdidas: os independentistas não conseguiram alcançar um acordo que permitisse legimitar a investidura de Mas, o que levou os jornais espanhóis a declarar que um “acordo-relâmpago” seria improvável.