Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Convidou jornalista para sair durante direto, acabou multado em €6.600

  • 333

O multado - uma estrela do desporto australiano - já pediu desculpa. Clube não não gostou nada. “Não cores, querida”, disse o jogador durante o direto em causa

O clube de cricket australiano West Indian anunciou que o seu jogador Chris Gayle terá de pagar uma multa de 6.600 euros por ter convidado uma jornalista para sair durante um direto que ocorreu segunda-feira à noite.

“Ver os teus olhos pela primeira vez é bom. Esperemos que ganhemos este jogo e que possamos beber um copo depois. Não cores, querida”, disse o jogador à jornalista Mel McLaughlin, que ficou visivelmente atrapalhada com a situação.

Gayle já pediu desculpas, mas considerou que as reações ao seu comportamento foram “desproporcionadas”. “Eu nunca quis ser desrespeitoso para com Mel. (…) Foi uma simples piada enquanto o jogo decorria. As coisas ganharam uma dimensão despropositada, mas estas coisas acontecem.”

A estação televisiva Channel 10 anunciou que não irá transmitir mais entrevistas com Gayle durante o resto da temporada, enquanto o clube do jogador anunciou a multa e apresentou um pedido de desculpas à jornalista.

“O clube deseja apresentar um pedido de desculpas formal a Mel McLaughlin. Mel é uma apresentadora desportiva fora de série. Nós temo-la na mais alta consideração e o clube e os jogadores vão assegurar-se que nós vamos trabalhar com ela de uma forma profissional e respeitosa.”

Por seu turno, James Sutherland, o antigo jogador de cricket e atual presidente da instituição que regula a modalidade na Austrália, equiparou o sucedido a assédio no trabalho.