Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Incêndio em hotel no Dubai faz 16 feridos

  • 333

KARIM SAHIB/ Getty Images

O incêndio deflagrou cerca das 21h30 locais e rapidamente estendeu-se a cerca de uma dezena de andares

Pelo menos 16 pessoas ficaram feridas na sequência do incêndio que esta quinta-feira deflagrou num hotel de luxo no Dubai horas antes dos festejos de Ano Novo, adiantou o Governo do emirado à AFP.

De acordo com as informações do gabinete de imprensa do Governo do emirado árabe, pelo menos 14 pessoas ficaram ligeiramente feridas, uma sofreu ferimentos mais graves, mas não é classificada como ferido grave, tendo ainda sido registado um caso de um ataque cardíaco na sequência do incêndio devido à confusão e aos empurrões no meio do fumo.

Segundo as mesmas informações, não havia crianças entre os feridos.

Um incêndio de grandes proporções deflagrou num hotel de luxo no Dubai próximo da torre mais alta do mundo, e onde as pessoas se estavam a juntar para assistir às celebrações de Ano Novo.

Testemunhas próximas do icónico Burj Khalifa, o edifício mais alto do mundo, afirmaram que se avistavam chamas de grandes dimensões no hotel.

Uma das testemunhas, Raphael Slama, indicou à AFP que o incêndio deflagrou cerca das 21h30 locais (17:30 em Lisboa), que rapidamente se estendeu a cerca de uma dezena de andares e que cerca das 22h00 locais o edifício estava a começar a ser evacuado.

Ainda não se conhece a causa do incêndio no hotel Adress Downtown, de 63 andares, e de acordo com as autoridades locais só será possível apurar a origem do incêndio quando este estiver extinto.

As chamas atingiram sobretudo a fachada do edifício.

À meia-noite local, o fogo de artifício iluminou o céu, confirmando o que já havia sido garantido pelo Governo do emirado: as celebrações de Ano Novo vão decorrer como previsto.