Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Duas pessoas detidas por suspeita de planearem atentado no ano novo

  • 333

© Yves Herman / Reuters

Durante as buscas domiciliárias em Bruxelas foram apreendidos equipamento informático, roupa e propaganda militar relacionados com o autoproclamado Estado Islâmico (Daesh). Não foram encontrados armas nem explosivos

Duas pessoas foram detidas por suspeita de planearem um atentado na véspera das comemorações do Ano Novo em Bruxelas, anunciou esta terça-feira a Procuradoria Belga. As buscas domiciliárias realizadas pela polícia belga decorreram entre este domingo e segunda- feira na capital belga e nas localidades dos arredores, Brabant e Liège.

Durante as buscas domiciliárias, no âmbito de um mandato ordenado por um juíz belga especializado em questões de terrorismo, seis pessoas foram detidas para interrogatório, quatro das quais já foram libertadas. Contudo, e de acordo com a BBC, um dos detidos é suspeito de liderar e recrutar pessoas para uma célula terrorista.

Na mesma investigação foram apreendidos equipamento informático, roupa e propaganda militar relacionado como autoproclamado Estado Islâmico (Daesh), embora não tenham sido encontrados armas nem explosivos.

Segundo a BBC, os procuradores belgas informaram que as últimas detenções não estão ligadas com os atentados de Paris, e de acordo com a emissora belga “RTBF”, os suspeitos são acusados de planearem ataques contra vários “alvos simbólicos” em Bruxelas, assim como sob a polícia.

Desde os atentados de 13 de novembro em Paris, que resultaram na morte de 130 pessoas, a Bélgica tem estado em alerta máximo. Durante quatro dias no mês de novembro a Bélgica fechou os estabelecimentos públicos, como escolas, transportes públicos e universidades, devido às fortes ameaças de possíveis atentados semelhantes aos de Paris.