Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Cheias na Argentina foram as mais severas das últimas décadas

  • 333

JORGE ADORNO

As chuvas torrenciais que atingiram a América Latina nos últimos dias causaram pelo menos seis mortos. Paraguai, Brasil e Uruguai também foram afetados

O Presidente da Argentina, Mauricio Macri, visitou esta segunda-feira a cidade de Concordia para se encontrar com os residentes desalojados pelas cheias, que foram descritas por especialistas como "as mais severas da última metade do século".

Concordia, a cerca de 430 quilómetros a nordeste da capital Bueno Aires, na província de Entre Rios, foi uma das cidades mais atingidas pelas cheias na Argentina.

Macri também liderou a reunião de um "comité de crise", convocada para dar resposta à situação de emergência desencadeada pelas cheias.

Chuvas já provocaram seis mortos

Meteorologistas têm vindo a advertir que este ano o fenómeno El Niño conduziria a incidentes climáticos extremos na América Latina.

As chuvas torrenciais causaram pelo menos seis mortos em diferentes locais.

O Paraguai tem sido o país mais atingido até ao momento, tendo cerca de 100 mil pessoas tiveram de abandonar as suas casas, em particular, na capital Assunção. O Brasil e o Uruguai também foram afetados.