Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Exército iraquiano recupera Ramadi aos jiadistas

  • 333

REUTERS

A cidade foi tomada pelos combatentes do autoproclamado Estado Islâmico (Daesh) em maio deste ano. Na semana passada, as forças iraquianas começaram a apertar cerco

Todos os combatentes do autoproclamado Estado Islâmico (Daesh) deixaram este domingo o complexo governamental estratégico em Ramadi, retomado pelas forças iraquianas, indicou um porta-voz das forças de elite antiterroristas do Iraque.

"Todos os combatentes do Daesh partiram. Não há qualquer resistência", disse à agência France Presse o porta-voz do exército especial iraquiano, Sabah al Numan.

Segundo o porta-voz, toda a zona irá agora ser vistoriada para a limpar de eventuais minas ou explosivos deixados pelos jiadistas antes da entrada das tropas iraquianas.

  • Exército iraquiano perto de retomar controlo de Ramadi

    Ramadi, capital da região de Anbar, na zona central do Iraque e a apenas 110 quilómetros de Bagdade, foi tomada pelos combatentes do autoproclamado Estado Islâmico em maio deste ano. Agora, o objetivo do exército iraquiano, que tem recebido apoio aéreo da coligação liderada pelos Estados Unidos, é retomar o controlo da cidade e depois reconquistar Mossul, a segunda maior cidade iraquiana