Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Itália. Mais de dois mil migrantes resgatados em três dias

  • 333

A Itália tem sido, desde o início da crise dos refugiados, uma das maiores portas de entrada para a Europa

ANTONIO PARRINELLO

Os migrantes foram resgatados pela Guarda Costeira e pela Marinha italianas quando navegavam à deriva em barcaças, no Canal da Sicília

Mais de 2000 migrantes foram resgatados nos últimos três dias pela Guarda Costeira e a Marinha italianas, enquanto navegavam à deriva em barcaças no Canal da Sicília, estreito do Mediterrâneo que separa a costa norte de África da costa italiana.

De acordo com a Guarda Costeira, na sexta-feira, dia de Natal, foram resgatados 751 migrantes que viajavam a bordo de cinco lanchas pneumáticas e uma barcaça.

Também na sexta-feira, chegou ao porto de Reggio Calabria, no Sul de Itália, o navio 'Corsi', da Guarda Costeira, para deixar 312 homens e 59 mulheres resgatados algumas horas antes.

No dia anterior, véspera de Natal, desembarcaram em Porto Empedocle, na Sicília, 661 migrantes resgatados na quarta-feira, entre estes 103 mulheres e 12 crianças.

A 23 de dezembro, quarta-feira, em várias operações de resgate foram socorridos 859 migrantes, que estavam em lanchas em frente à costa da Líbia. Na terça-feira foram resgatadas 728 pessoas, uma delas já cadáver.