Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Autoridades fecham clínica dentária de Lenny Kravitz, por não estar licenciada

  • 333

GUILLAUME SOUVANT/ Getty images

O cantor criou uma fundação para apoiar diversas ações sociais numa ilha das Bahamas onde tem uma casa

Luís M. Faria

Jornalista

O cantor Lenny Kravitz quis ajudar a população da ilha de Eleuthere, nas Bahamas, mas esqueceu-se de pedir autorização. De facto, mesmo para a beneficência há formalismos. A ideia de Kravitz era oferecer serviços dentários numa clínica gratuita operada por duas fundações, a Let Love Rule e a GLO Good. A generosidade prolongar-se-ia durante dois dias. Mas no sábado passado, as autoridades tomaram conhecimento da situação, e não gostaram.

“O sr. Kravitz não pôde apresentar toda a documentação necessária, pelo que foi informado de que, como estava a infringir as leis sobre emigração [os especialistas levados por Kravitz eram norte-americanos] e saúde pública, devia interromper toda e qualquer atividade até ter a documentação nas mãos”, explica a informação oficial. Ao que consta, parte do pessoal da clínica teve de sair pela porta de trás, para escapar à acusação de praticar medicina ilegalmente. Aos restantes terá sido dado um quarto de hora para deixarem o lugar.

O cantor ainda não comentou, mas sabe-se que costuma apoiar atividades de natureza social na ilha, e não é provável que desista por causa de um revés.